Governo libera R$ 6,2 mi ao Instituto Chico Mendes

O Ministério do Meio Ambiente liberou R$ 6,2 milhões para a capacitação de populações tradicionais das Unidades de Conservação de Uso Sustentável Federais, sob responsabilidade do Instituto Chico Mendes, autarquia vinculada ao governo federal. O objetivo é formar agentes e moradores para que protejam os territórios e participem da implementação de políticas públicas de uso sustentável nas unidades.De acordo com a Portaria nº 143, publicada na edição de hoje do "Diário Oficial da União", o instituto deverá encaminhar ao ministério relatórios trimestrais detalhando a aplicação dos recursos. Unidades de Conservação de Uso Sustentável são locais de preservação que admitem presença de moradores, como a Reserva Marinha de Arraial do Cabo (RJ), Floresta Nacional de Humaitá (AM) e Reserva Extrativista Chico Mendes (AC).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.