Homem morre ao combater incêndio em canavial em SP

Um homem morreu carbonizado e outros dois ficaram feridos enquanto combatiam um incêndio em um canavial da usina de açúcar e álcool Ruette, em José Bonifácio, no interior de São Paulo, na noite de terça-feira, 10. Eles estavam em dois caminhões-pipas, enviados pela usina para combater o fogo enquanto os bombeiros não chegassem ao local.

CHICO SIQUEIRA, Agência Estado

11 de setembro de 2013 | 17h43

Segundo o delegado João Lafayette Sanches Fernandes, os fortes ventos aumentaram a fumaça e a intensidade das chamas, o que pode ter causado um acidente entre os dois caminhões. Os veículos se chocaram e foram tomados pelas chamas. O motorista de um deles, Emerson Caetano da Silva, de 33 anos, funcionário da usina, ficou preso nas ferragens e morreu carbonizado.

Outros dois funcionários foram atendidos na Santa Casa de José Bonifácio, um deles com queimaduras de segundo grau e outro, intoxicado pela fumaça, mas ambos não correm risco de vida.

A usina emitiu nota, na qual afirma que está prestando assistência à família da vítima e que o fogo, que atingiu plantações de 170 hectares de duas fazendas, foi criminoso. Segundo o delegado Fernandes, a polícia iniciou as investigações para encontrar os responsáveis pelo incêndio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.