Instagram é bloqueado na China em meio a protestos em Hong Kong

O Instagram, popular serviço de compartilhamento de fotos controlado pelo Facebook, foi bloqueado na China, segundo numerosos relatos, incluindo de jornalistas do New York Times baseados em Hong Kong.

REUTERS

28 Setembro 2014 | 16h39

A companhia não comentou o assunto de imediato.

Os relatos de bloqueio ocorrem em meio a protestos pró-democracia em Hong Kong, onde muitos têm publicado vídeos e fotos mostrando a polícia disparando bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes.

Muitas das fotos estão sendo publicadas com a hashtag "Occupy Central", uma expressão que estava bloqueada neste domingo no Weibo, versão chinesa do Twitter.

O site www.blockedinchina.net também indicava que o Instagram estava bloqueado na China, incluindo em Pequim e Shenzhen.

Mais conteúdo sobre:
TECHINSTAGRAMCHINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.