Manifestantes reocupam principal aeroporto da Bolívia

Opositores do presidente Evo Morales querem impostos revertidos para Santa Cruz.

BBC Brasil, BBC

19 de outubro de 2007 | 23h35

Milhares de manifestantes na cidade boliviana de Santa Cruz voltaram a invadir o aeroporto mais movimentado do país depois da retirada de soldados que guardavam a área, nesta sexta-feira.O governo retirou os militares do aeroporto de Viru Viru para evitar confronto com civis.Manifestantes oposicionistas e moradores locais marcharam pelo aeroporto portando faixas e gritando slogans contra o governo depois de dois dias de protesto contra a ocupação militar das instalações.O protesto começou por causa de divergências sobre taxas para pouso depois que funcionários do aeroporto tentaram forçar as companhias aéreas a fazerem o pagamento diretamente às autoridades locais, ao invés das autoridades federais.Em uma nota oficial, o ministro da Presidência, Juan Ramón Quintana, disse que o governo abriu "uma investigação minuciosa de supostos atos de corrupção" no aeroporto, acrescentando que suas operações estão "normalizadas".O presidente Evo Morales tinha justificado o envio de soldados a Viru Viru dizendo que os funcionários administrativos do aeroporto estavam "seqüestrando aviões internacionais" e "estavam cobrando dinheiro sob a asa do avião".Segundo correspondentes, o protesto é parte de uma disputa mais ampla em torno da autonomia da província de Santa Cruz, rica em reservas de gás.Quase todos os vôos internacionais passam por Viru Viru a caminho da capital, La Paz, onde a altitude dificulta a decolagem com tanques de combustível cheios.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.