Marina não participa de reunião de coligação sobre apoio no 2º turno

Marina não participa de reunião de coligação sobre apoio no 2º turno

A ex-candidata havia informado que anunciaria nesta quinta-feira sua posição a respeito do segundo turno

REUTERS

09 de outubro de 2014 | 10h38

A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, derrotada no primeiro turno da eleição presidencial, não vai participar da reunião realizada nesta quinta-feira entre lideranças de partidos da coligação Unidos pelo Brasil para decidir a posição conjunta das legendas no segundo turno da votação.

Marina, que terminou em terceiro lugar na votação de domingo com 21,3 por cento dos votos válidos, havia informado que anunciaria nesta quinta sua posição a respeito do segundo turno, disputado entre a atual presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), e do candidato do PSDB, Aécio Neves.

A coligação Unidos pelo Brasil informou em nota que a ausência de Marina no encontro realizado na sede do PSB, em Brasília, foi acertada com as lideranças dos partidos da coligação pela qual a ex-senadora foi candidata presidencial.

"Posteriormente, os líderes da coligação levarão o resultado da reunião a Marina para subsidiar a contribuição da ex-candidata ao debate eleitoral", informou a nota.

Dos partidos da coligação, formada por PSB, PPS, PPL, PHS, PRP, PSL, o PSB e o PPS já anunciaram o apoio a Aécio.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Mais conteúdo sobre:
ELEICOES2014MARINANAOPARTICIPA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.