Meirelles falou com Lula na 6a, sem definir futuro, diz fonte

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, tratou de seu futuro político com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na noite de sexta-feira, mas a conversa não foi conclusiva, afirmou uma alta fonte do governo.

NATUZA NERY, REUTERS

29 de março de 2010 | 20h06

No encontro, ocorrido em São Paulo, o presidente Lula reiterou a preferência por Meirelles continuar à frente do BC até o final de seu mandato, mas não fez apelo nenhum.

Uma nova conversa ainda pode ocorrer para que Meirelles comunique sua decisão a Lula, segundo a fonte.

Segundo o interlocutor de Lula, que pediu anonimato, Meirelles teria se mostrado ainda indeciso em relação a seus próximos passos.

Na percepção de analistas e de integrantes do próprio governo, Meirelles poderia optar por deixar o BC para manter aberta a possibilidade de concorrer a um mandato nas eleições de outubro.

Questionado no início da noite desta segunda-feira por jornalistas se Meirelles deixaria o BC, Lula disse que "esta é uma pergunta que só ele pode responder".

A agenda de Meirelles, disponibilizada no site do BC, contempla compromissos até quarta-feira, nenhum deles público.

(Com reportagem adicional de Fernando Exman)

Mais conteúdo sobre:
POLITICAMEIRELLESLULA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.