Mulher diz que teve o útero retirado por engano em Goiás

Uma troca de prontuário pode ter deixado uma mulher sem o útero em Aparecida de Goiânia, em Goiás, segundo reportagem do Jornal Hoje, da TV Globo. A cozinheira Dorcelina Ferreira da Paixão Justo, de 48 anos, disse que teve seu útero retirado por engano durante uma cirurgia realizada na semana passada. O hospital abriu uma sindicância para investigar a denúncia. Segundo o advogado de Dorcelina, Edilberto de Castro Dias, ela foi internada em um hospital de Aparecida de Goiânia, na quinta-feira, para uma operação no períneo e descobriu o erro médico dentro do centro cirúrgico.De acordo com as informações da TV globo, o caso está sendo investigado pela polícia e pelo Conselho Regional de Medicina de Goiás. Segundo o depoimento à polícia, durante a cirurgia, a cozinheira sentiu dores na parte inferior do abdômen e reclamou. Ela teria dito ao médico que foi internada para a cirurgia do períneo e ele, então, teria checado os prontuários e percebido o erro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.