Municipal terá 5 óperas no 1º ano de Neschling

O Teatro Municipal terá cinco óperas ao longo deste ano, o primeiro sob direção artística do maestro John Neschling. A programação, no entanto, ficou para o segundo semestre - para o primeiro serão agendados apenas concertos sinfônicos.

JOÃO LUIZ SAMPAIO, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2013 | 02h02

O anúncio foi feito pelo próprio maestro durante reunião fechada com os músicos e demais artistas do Municipal, realizada na tarde de ontem. Na conversa, Neschling ressaltou ainda que não pretende fazer demissões ou reavaliações, como aconteceu nos anos 90, quando assumiu a Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp). Também presente à reunião, o diretor administrativo José Luis Herencia disse que vai trabalhar nos próximos seis meses pela conclusão da obras da Praça das Artes e pela instituição da Fundação Teatro Municipal.

Entre os títulos escolhidos está O Ouro do Reno, de Richard Wagner, que dá continuidade ao projeto de produção da tetralogia O Anel do Nibelungo, iniciada na gestão passada. Além disso, devem subir ao palco Jupyra, Don Giovanni, Aida e La Bohème. Ça Ira, ópera de Roger Waters, deve ganhar montagem fora da temporada oficial, em maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.