Planeta

Zoo de São Paulo recebe 161 flamingos-chilenos

, O Estado de S.Paulo

14 Junho 2011 | 00h00

Quem visitar o Zoológico de São Paulo nesta semana poderá conhecer os 161 flamingos- chilenos (Phoenicopterus chilensis)que o local acabou de receber. Os animais, oriundos de um criadouro conservacionista em Bauru, interior do Estado, foram doados pelo advogado Damásio Evangelista de Jesus. Como precisou vender uma fazenda, ele doou as aves à Fundação Parque Zoológico de São Paulo.

O flamingo-chileno é caracterizado pelo menor porte e pela tonalidade rosa-claro das penas.

Para transportar os animais de Bauru à capital foram envolvidos 14 servidores do zoológico, entre motoristas, técnicos, biólogos e veterinários, que acompanharam a operação. Cada ave foi transportada em uma caixa especialmente desenhada para acomodá-las. O recinto para recebê-los fica na Alameda Felinos do zoológico, que também passou por obras de adaptação.

MERCADO

Bolsa discute índice de empresas sustentáveis

A BM&FBovespa realiza hoje, das 9 às 18 horas, uma consulta pública para a revisão do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), carteira de ações da bolsa com foco em empresas com bom desempenho em sustentabilidade. A revisão da metodologia, feita pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (GV/Ces), é realizada todos os anos e tem o objetivo de aprimorar a escolha das empresas que fazem parte do índice - o primeiro na América Latina com foco em sustentabilidade. A consulta poderá ser acompanhada pela internet, no endereço livestream.com/gvces.

BIODIVERSIDADE

Caçadores matam 7 elefantes no Zimbábue

Caçadores de elefantes invadiram o Parque Nacional de Gonarezhou, no Zimbábue, e abateram a tiros sete elefantes nos últimos dias, segundo o órgão que cuida da gestão dos parques nacionais no país. De acordo com Caroline Washaya-Moyo, da Autoridade para Gestão de Parques e Fauna, o abate dos animais foi feito por causa do marfim. A matança é um duro golpe para o governo do Zimbábue, que se esforça para proteger os animais. O Parque Gonarezhou é considerado um dos últimos refúgios para animais selvagens no mundo.

PESQUISA

Brasileiro está menos atento ao ambiente

O consumidor brasileiro está menos preocupado com a questão ambiental. Pesquisa da Federação do Comércio do Rio de Janeiro em parceria com o instituto Ipsos mostra que a parcela de brasileiros que mantêm hábitos sustentáveis caiu de 65% em 2007 para 57%, em 2011. O levantamento, realizado em 70 cidades de 9 regiões metropolitanas, também revelou que os idosos estão mais cuidadosos com o planeta que os jovens. / ANDREA VIALLI, com AGÊNCIAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.