PM apreende maior volume de explosivos no Paraná

A Gangue dos Explosivos foi presa após denúncia anônima, na madrugada de hoje, no Jardim Guaraituba, em Colombo, Região Metropolitana de Curitiba, acusada de roubar uma mineradora na segunda-feira.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

12 Outubro 2011 | 15h09

A Polícia Militar (PM) encontrou com o bando o maior volume de artefatos explosivos já apreendido no Paraná nos últimos anos. Foram apreendidos 571 bananas de dinamite, 31 espoletas, aproximadamente 900 metros de cordel explosivo, um revólver calibre 38, duas fardas camufladas pertencentes ao exército e um veículo.

Segundo a PM, entre os três presos, com idades entre 22 e 24 anos, dois possuem antecedentes criminais e são suspeitos de cometer o roubo contra a mineradora Rio Pó, em Campina Grande do Sul, nesta segunda-feira, 10, quando foi roubado mais de 100 kg de dinamite. O trio pode estar envolvido também em outros crimes cometidos recentemente em Curitiba e Região Metropolitana.

A mineradora foi roubada por volta das 21h40 da segunda-feira e o vigilante teria ficado amarrado e trancado em uma sala. Quando ele conseguiu se soltar, seguiu a pé até a casa do encarregado, que acionou a gerência da empresa.

Mais conteúdo sobre:
apreensão explosivos Paraná

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.