Polícia procura motoristas envolvidos em acidentes em SP

A polícia da região de São José do Rio Preto, no interior paulista, procura por dois motoristas que provocaram dois acidentes que resultaram na morte de seis pessoas. Os acidentes ocorreram na tarde do domingo, na rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Guapiaçu, e na manhã desta segunda-feira, na rodovia Washington Luís (SP-310), em Mirassol. As informações são da Polícia Rodoviária Estadual.

CHICO SIQUEIRA, Agência Estado

30 Abril 2012 | 15h47

No primeiro acidente, registrado no quilômetro 175 da Assis Chteaubriand, o motorista de um VW Gol, com placas de Jaboticabal, interior de São Paulo, perdeu o controle do veículo e bateu na traseira de um Fiat Pálio, que parou atravessado na pista e foi colhido por outro Gol. Franciele Vanzei e sua filha, Maria Eduarda, de 11 meses, que estavam no Pálio, morreram. O motorista do veículo, João Eduardo Vanzei, foi internado com fratura e em estado de choque.

No segundo veículo Gol que bateu no Fiat, estava a médica veterinária Ariane Catarina Gava, de 35 anos, que tinha dado carona para Raimunda Dionizio, de 68. As duas também morreram. O Gol que provocou o acidente foi localizado a 700 metros do local da batida, abandonado. O motorista, não identificado até o momento, tinha fugido, sem prestar nenhum socorro.

O segundo acidente ocorreu quando o motorista Carlos Sérgio Scaliante, 52 anos, que dirigia um caminhão, tentou evitar um acidente na pista interior-capital da rodovia Washington Luis, no município de Mirassol. Um Golf bateu na roda do caminhão durante uma tentativa de ultrapassagem. Segundo o motorista do Golf, um Fiat Punto, que seguia atrás dele, também saiu para ultrapassar e o jogou contra o caminhão. Na tentativa de se afastar do Golf, Scaliante perdeu o controle do caminhão, que tombou no canteiro central. Tanto o motorista quanto seu ajudante, identificado como Marcos Alexandre dos Santos, morreram. O motorista do Punto ainda não foi localizado

Mais conteúdo sobre:
acidenteSão Paulointerior

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.