Preso falso médico que atuava há 30 anos em SP

Um homem de 74 anos que exercia a medicina ilegalmente há 30 foi preso em flagrante, no bairro da Mooca, zona leste de São Paulo, na quarta-feira, 20. A ação foi feita por policiais civis da 2ª Delegacia do Consumidor, do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC).

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

21 de abril de 2011 | 09h57

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o falso médico foi preso dentro da clínica onde trabalhava, em um sobrado na Mooca. No local havia uma placa indicando que em breve o local seria uma clínica especializada em cardiologia.

No imóvel foram apreendidos vários formulários médicos, atestados, estetoscópios, carimbos e medicamentos fitoterápicos, que eram receitados e vendidos pelo falso médico.

Mais conteúdo sobre:
médicoclínicafalsidadeprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.