Reguladores britânicos investigam problemas no Co-op Bank

Os reguladores do sistema financeiro britânico lançaram uma investigação sobre os problemas do Co-operative Bank, incluindo o papel exercido por seus ex-administradores, afirmaram nesta segunda-feira.

Reuters

06 de janeiro de 2014 | 14h40

A investigação poderá levar a multas para a instituição financeira e seus ex-diretores.

O Co-op Bank passou ao controle de investidores, incluindo fundos norte-americanos de hedge, depois que um rombo de 1,5 bilhão de libras (2,5 bilhões de dólares) foi descoberto.

Os problemas do banco aumentaram quando o ex-presidente do Conselho Paul Flowers foi preso como parte de uma investigação sobre tráfico de drogas.

A Inglaterra está introduzindo novas regras segundo as quais bancos que forem irresponsáveis com o dinheiro de seus clientes terão de enfrentar acusações criminais e devolver seus bônus.

(Por Matt Scuffham)

Tudo o que sabemos sobre:
FINANCASCOOPERATIVEBANKREGULACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.