Rio poderá ter novo modelo na gestão da Saúde

O governo do Rio de Janeiro estuda a criação de uma empresa de saúde nos moldes da Cedae, responsável pelo abastecimento de água no município. A informação foi dada hoje pelo secretário municipal da Casa Civil, Pedro Paulo Carvalho Teixeira, que está no Sambódromo acompanhando os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial. "As OS (Organização Social) chegaram no limite", afirmou. As OS são entidades que administram as unidades de saúde no Rio.

EQUIPE AE, Agência Estado

11 de fevereiro de 2013 | 20h42

O secretário não deu muitos detalhes, mas revelou que o governo prepara um proposta para levar para apreciação da Câmara. Segundo ele, a criação desse empresa daria maior flexibilidade para o governo na área, permitindo o trabalho com terceirizados e um sistema de compras mais simplificado.

Mais conteúdo sobre:
Rioadministraçãosaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.