SP quer comprar bloqueador de celular para presídios

O governo do Estado de São Paulo pretende adquirir bloqueadores de celular para todas as penitenciárias de São Paulo. O primeiro edital para aquisição dos equipamentos será lançado dia 15, segundo o governador Geraldo Alckmin (PSDB). "Chegamos a uma boa tecnologia para bloqueadores. Dia 15 sai o primeiro edital. Selecionamos as penitenciárias mais importantes (para este edital), mas a ideia é, depois, levar os bloqueadores para todas as penitenciárias", disse.

AE, Agência Estado

05 de agosto de 2013 | 18h14

Os aparelhos que o governo planeja comprar cortam o sinal do celular, impedindo que presos mantenham comunicação com outras pessoas, que estão fora das cadeias. Mesmo que o Estado não tenha aparelhos instalados em todos os presídios, Alckmin afirma que a polícia e a Secretaria de Administração Penitenciária têm trabalhado para aumentar as apreensões. "Estamos fazendo apreensão recorde de celulares nas penitenciárias. É um esforço 24 horas para retirar os aparelhos."

Tudo o que sabemos sobre:
presídiosbloqueadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.