UE desiste de obrigar britânicos a usar sistema métrico

Feirantes lideraram resistência à substituição de medidas antigas pelo sistema métrico.

Alex Ritson, BBC

11 de setembro de 2007 | 08h34

A União Européia (UE) deverá confirmar que abandonou o que se tornou uma de suas políticas mais impopulares entre muita gente na Grã-Bretanha.Ela está se propondo a permitir que a Grã-Bretanha continue a usar libras, milhas, pints em vez de quilos, quilômetros e litros.A Comissão Européia deverá anunciar que está deixando todas as futuras decisões sobre o assunto para o governo britânico.O anúncio será uma vitória para partidários do antigo sistema imperial de medidas, apelidados no país como "mártires do sistema métrico".O país deveria deixar de usar medidas imperiais em três anos em um processo gradativo.Isso implicaria em estabelecer um prazo para acabar com a venda de leite e cerveja por pints.Uma libra (pound, em inglês) equivale a 0,45359237 kg; uma onça (ounce, em inglês) equivale a 28,34952 gramas; uma pint equivale a 0,568261 litro e uma milha (mile, em inglês) equivale a 1,609344 km.Todas as placas de estradas na Grã-Bretanha teriam que ser mudadas para indicar quilômetros ao invés de milhas - uma iniciativa que, segundo seus críticos, seria cara e causaria confusão.Mas foi a iniciativa de fazer com que os comerciantes britânicos começassem a vender seus produtos em quilos ao invés de libras e onças, que provocaram a reação à medida.O feirante Steve Thorburn, do interior da Inglaterra, inspirou o movimento dos "mártires do sistema métrico" com sua postura de desafio da ordem de abandonar as medidas imperiais.Em 2001, suas balanças foram confiscadas e ele foi condenado criminalmente por vender uma libra de bananas em sua banca de frutas.Thorburn morreu há três anos de ataque cardíaco, mas parece que a campanha que ele iniciou finalmente se mostrou eficaz.No futuro, os feirantes terão permissão para exibir o preço de seus produtos tanto no sistema métrico quanto no imperial.Os planos agora abandonados previam que mostrar os preços de frutas e verduras em libras e onças poderia ocasionar um processo judicial.A decisão de deixar esses planos de lado partiu do Comissário Europeu da Indústria, Gunter Verheugen. Em entrevista à BBC, Verheugen admitiu que a UE vem se mostrando impopular por uma medida que na verdade não seria tão importante."Eu organizei uma enorme consulta, e o resultado foi que a indústria nos disse que não há problema com o atual sistema", afirmou. "Eu quero acabar com uma batalha amarga que durou décadas e que, na minha opinião, é completamente inútil. Nós estamos pondo fim a essa batalha."A Grã-Bretanha começou a delinear planos para aderir totalmente ao sistema métrico em 1965.Isto levou a gerações de alunos de escolas sendo informadas de que elas seriam as últimas a aprender dois sistemas de medidas diferentes.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.