Publicidade

Publicidade

Radar

O que é a dieta da zona azul e como ela pode te ajudar a viver 100 anos

Pesquisadores cruzaram os hábitos alimentares das regiões mais longevas do mundo

prato com codorna com cogumelos e vegetai. Foto: Thays BittarFoto: Thays Bittar

Viver até os 100 anos parece uma boa ideia para você? Para muitos de nós, a resposta pode depender de alguns fatores, como qualidade de vida, por exemplo. Se pudéssemos excluir problemas graves de saúde, viver até os 100 anos pode soar uma excelente alternativa..

E se te contassem que existem apenas cinco cidades no mundo com expectativa de vida acima de 100 anos, e que seus habitantes chegam ao centenário sem problemas crônicos de saúde, você acreditaria?

Essas regiões existem e fazem parte da chamada ‘zona azul’, que inclui a Sardenha (Itália), Loma Linda (EUA), Nicoya (Costa Rica), Ikaria (Grécia) e Okinawa (Japão).

Qual é a dieta da ‘zona azul’?

PUBLICIDADE

Jambalaya Foto: Divino Fogão

Os pesquisadores foram conferir e verificaram que a alimentação-base dessas cinco regiões tem algumas características em comum, como a vasta variedade de vegetais, feijões, frutas e cereais integrais. Os habitantes das zonas azuis também comem pouquíssima carne, cerca de cinco porções por mês. Vale lembrar que a dieta da ‘zona azul’ é acompanhada de um lifestyle repleto de atividades físicas e relações saudáveis com parentes e amigos.

Se você percebeu alguma similaridade da dieta da zona azul com a alimentação mediterrânea, você está certo. Essas duas ‘réguas alimentares’ focam no alto consumo de proteínas vegetais e algumas gorduras boas.

Para incluir a dieta mediterrânea no seu dia a dia, confira aqui cinco receitas que levam vegetais, frutas e grãos em geral.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE