PUBLICIDADE

Disputa acirrada entre David Almeida e Amom Mandel para a prefeitura de Manaus

Pesquisa Quaest mostra empate técnico entre atual prefeito e deputado federal para as eleições municipais de outubro deste ano

Foto do author Jean Araújo
Por Jean Araújo
Atualização:

Pesquisa Quaest divulgada nesta quinta-feira, 16, mostra empate técnico entre o atual prefeito de Manaus (AM), David Almeida (Avante), e o deputado federal Amom Mandel (Cidadania), 30% e 27% das intenções de voto, respectivamente. A margem de erro do levantamento é de 3,1 pontos porcentuais.

David Almeida foi deputado estadual por três mandatos, de 2006 a 2014. Também atuou como governador interino do Estado em 2017 e presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas em 2017 e 2018. Eleito em 2020 como prefeito da capital manauara, tentará o segundo mandato à frente do Executivo municipal.

Segundo pesquisa, o cenário eleitoral de Manaus poderá ter empate técnico entre David Almeida e Amom Mandel Foto: Pedro Kirilos/Estadão

PUBLICIDADE

Amom Mandel começou a carreira política em 2020, ao ser eleito vereador de Manaus. Em 2023, conquistou uma vaga na Câmara, sendo o deputado federal proporcionalmente mais votado do Brasil. Desde o início da pré-campanha para as eleições deste ano, desponta como uma possível alternativa para a gestão da cidade.

Segundo a Quaest, o resultado da pesquisa aponta a seguinte preferência do eleitoral:

  • David Almeida (Avante) - 30%
  • Amom Mandel (Cidadania) - 27%
  • Capitão Alberto Neto (PL) - 15%
  • Roberto Cidade (União) - 8%
  • Marcelo Ramos (PT) -8%
  • Maria do Carmo (Novo) - 2%
  • Wilker Barreto (Mobiliza) - 1%

Dentre os ouvidos, 3% dizem ainda estar indecisos e 6% manifestaram que não vão votar ou votarão como branco ou nulo.

A pesquisa mostra ainda que os dois candidatos favoritos recebem maior intensão de voto dos jovens e adultos de 16 a 34 anos. Os outros critérios do estudo são: renda, religião, cor/raça e escolaridade.

Publicidade

De acordo com essas classificações, as maiores pontuações do atual prefeito são de pessoas com renda entre dois e cinco salários mínimos, sem religião, autodeclarados como pretos e com o ensino fundamental. Para Mandel, as maiores pontuações são de pessoas com mais de cinco salários mínimos, sem religião, autodeclarados como brancos e com ensino superior incompleto ou mais.

A pesquisa foi realizada entre 8 a 11 de maio e foram entrevistadas 1.002 pessoas com 16 anos ou mais, de maneira virtual. O nível de confiança é de 95%. A margem de erro é de 3,1 pontos porcentuais. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº AM-07730/2024.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.