PUBLICIDADE

'Alckmin é opção mais madura', diz França após reunião com Barbosa

França, que foi vice do tucano em São Paulo, afirmou que Barbosa ainda não decidiu que quer ser candidato e que o partido está avaliando se essa é a melhor opção para as eleições de outubro

PUBLICIDADE

Foto do author Julia Lindner

BRASÍLIA -  Governador de São Paulo, Márcio França deixou a reunião do PSB em Brasília com o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa antes do final e defendeu o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) como a melhor escolha para a presidência.  "Do meu ponto de vista, a opção do Alckmin é a opção mais madura que existe para o Brasil", disse.

+ 'Não sou candidato ainda', diz Joaquim Barbosa 

França, que foi vice do tucano em São Paulo, afirmou que Barbosa ainda não decidiu que quer ser candidato e que o partido está avaliando se essa é a melhor opção para as eleições de outubro. "Eu não sinto ainda maduro do ponto de vista da conjugação dos interesses dele com todo mundo, ainda não tem essa conjugação", afirmou.

Canção Nova Abraça SP 2018, no Espaço das Américas Foto: Iara Morselli

PUBLICIDADE

O governador também afirmou que o presidente do partido, Carlos Siqueira, deve começar um levantamento interno para saber se o partido deseja ter candidato próprio este ano.

Segundo ele, Barbosa ainda está conhecendo as pessoas do partido e disse que o processo pode ser comparado a um "namoro a moda antiga" e deve ser concluído só em junho, quando se aproximar o prazo para as convenções partidárias. "Eu senti que ele está se convencendo, e  nós também", afirmou.

O ex-ministro do STF se filio ao PSB no último dia 6 e trabalha para diminuir a resistência de setores da sigla a seu nome como candidato a presidente. Além de França, outros governadores do partido, como Paulo Câmara (Pernambuco) e Ricardo Coutinho (Paraíba) esperavam apoiar outros nomes na disputa presidencial. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.