Operação prende grupo que desviava verba pública no RS

Uma operação conjunta nesta quinta-feira da Delegacia Fazendária do Estado com a Delegacia de Polícia local prendeu 13 suspeitos de desvio de dinheiro público, direcionamento de licitações, peculato, fraude na requisição e pagamento de consultas médicas, entre outros crimes, em Crissiumal, município de 14 mil habitantes no noroeste do Rio Grande do Sul.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

20 Dezembro 2012 | 18h50

O esquema teria diferentes ramificações. Em uma delas, requisições de exames não feitos eram cobradas de um consórcio regional de saúde. Em outra, havia compra fictícia de material para obras, pago e sem entrega. A investigação durou seis meses.

A polícia calcula que o prejuízo causado pelo grupo ao município é próximo de R$ 2 milhões. Entre os presos estão o vice-prefeito Carlos Grün (PT), ex-secretários, médicos e empresários. Os acusados não se manifestaram até o final desta tarde.

Mais conteúdo sobre:
operação fraude RS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.