1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


Polícia do Rio investiga sumiço do filho do traficante Elias Maluco

FÁBIO GRELLET - O Estado de S. Paulo

21 Agosto 2014 | 17h 02

Diego Alves dos Santos já cumpriu pena por assalto e porte ilegal de armas e é considerado o líder do tráfico de favelas na zona norte

A polícia do Rio investiga o desaparecimento do filho de Elias Pereira da Silva, o traficante Elias Maluco, um dos líderes da facção criminosa Comando Vermelho, preso em 2002 pela morte do jornalista Tim Lopes. Diego Alves dos Santos, de 30 anos, já cumpriu pena por assalto e porte ilegal de arma e é considerado o líder do tráfico de drogas nas favelas do Dique e Furquim Mendes, no Jardim América (zona norte do Rio). Ele sumiu no dia 8 de agosto.

Segundo a mãe de Diego contou à polícia, nesse dia dois homens que estariam trajando coletes da polícia foram à casa de Diego, no morro do Chapadão, em Costa Barros (zona norte), e o levaram para local desconhecido. Depois disso a mãe teria recebido um pedido de resgate de R$ 1 milhão. Sem informar à polícia, a família de Diego negociou a redução do valor e entregou R$ 276 mil aos sequestradores. Apesar disso, Diego não reapareceu. O caso foi registrado na polícia no último dia 13.

O caso está sendo investigado pela Divisão Antissequestro da Polícia Civil, que não descarta a participação de policiais no episódio.

Por conta do sumiço do filho, Elias Maluco, que está preso numa penitenciária federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, teria ordenado ataques a policiais que estejam de folga ou fazendo segurança particular, no Rio.