PUBLICIDADE

Atendimento lidera queixas na Ouvidoria da Polícia de SP

Por AE
Atualização:

Pelo quarto ano consecutivo, as denúncias contra a má qualidade no atendimento das polícias Civil e Militar do Estado de São Paulo lideraram o ranking de reclamações recebidas pela Ouvidoria da Polícia. Foram 611 ou 16,01% das 3.820 queixas feitas pelo público em 2007. O ouvidor Antonio Funari Filho divulgará o relatório na próxima semana. As denúncias em relação ao mau atendimento vão desde a demora na elaboração do boletim de ocorrência ao péssimo tratamento dispensado à população pelos policiais civis e militares. Com esse resultado, a má qualidade no atendimento policial conquistou o indesejável título de ?tetracampeão? nas reclamações recebidas. No ?tricampeonato? de 2006, das 3.668 queixas feitas à Ouvidoria, 497 ou 13,55% também foram contra o mau atendimento nas delegacias e na PM. Em 2005, o mau atendimento liderou novamente o ranking das reclamações. Foram 583 ou 15,24% das 3.826 denúncias. Em 2004, das 3.334 manifestações do público, 546 ou 16,38% foram contra a má qualidade do atendimento policial dispensado à população. O mau atendimento policial só não ficou em 1º lugar no ranking das reclamações em 2003. Em nota divulgada ontem, o Decap informou que: ?Uma das maiores preocupações é em relação ao atendimento. Por isso foi criado o Núcleo de Controle de Atendimento, que visa melhorar o nível de qualidade nos DPs?. As informações são do Jornal da Tarde

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.