PUBLICIDADE

BB propõe ao Cade fim de exclusividade em consignado a servidores

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O Banco do Brasil propôs ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) acordo para que a instituição deixe de exigir exclusividade no crédito consignado com órgãos públicos. De acordo com o conselheiro Marcos Paulo Veríssimo, relator do caso no Cade, o acordo sugerido pelo BB --que está sendo analisado nesta quarta-feira pelo órgão antitruste-- vale para contratos existentes e futuros de crédito consignado. Os servidores que recebem salários pelo BB e que eram afetados pela exclusividade poderão contratar consignado em qualquer outro banco. (Por Leonardo Goy)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.