Foto do(a) blog

Baixe e ouça as principais notícias e análises

A novela (sem final feliz?) do acordo Mercosul-UE

PUBLICIDADE

Por Gustavo Lopes Alves
Atualização:

Recentemente, o presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou que é contra o acordo entre o Mercosul e a União Europeia e disse que o tratado é incoerente com a política ambiental brasileira. Macron ainda chamou o acordo como "antiquado", e que ele não é "bom para ninguém". 

PUBLICIDADE

O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva tem tentado destravar o acordo entre os blocos, sem sucesso. O mandatário pretende viabilizar um consenso sobre o tema antes da reunião do Mercosul, no Rio de Janeiro, nos dias 6 e 7 de dezembro.

Desde 1999, Mercosul e União Europeia tentam fechar um acordo de livre comércio. No entanto, os termos seguem esbarrando em diversos entraves, como por exemplo, disputas ambientais e resistências de alguns governos.

Soma-se a isso as rachaduras no Mercosul. O presidente do Uruguai, Lacalle Pou, já disse que quer negociar com países fora do bloco. O novo presidente da Argentina, Javier Milei, declarou que quer deixar o grupo de países, e liberar os empresários para negociar pessoalmente.

Afinal, o acordo entre Mercosul e União Europeia, de fato, subiu no telhado? De quem é a culpa? No 'Estadão Notícias' de hoje, vamos conversar sobre o assunto com a repórter de Economia do Estadão, e colunista da Rádio Eldorado, Beatriz Bulla.

Publicidade

O 'Estadão Notícias' está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg e Gabriela Forte 

Sonorização/Montagem: Moacir Biasi

 Foto: André Borges/EFE
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.