Funcionários são responsabilizados por acidente no Rio

PUBLICIDADE

Por Solange Spigliatti
Atualização:

O maquinista Norival Ribeiro do Nascimento, e o controlador de trens Edson Assumpção Filho, foram responsabilizados pelo acidente de trem ocorrido na tarde do último dia 31 de agosto, quando oito pessoas morreram e dezenas ficaram feridas, próximas à estação Austin, em Nova Iguaçu, no Rio. Os funcionários da Supervia já haviam sido demitidos por justa causa pela empresa, por operarem fora das normas. Segundo o delegado responsável pelas investigações, Fábio Pacífico, o laudo ficou pronto ontem à noite, e "após sucessivas falhas humanas, por parte do controlador do Centro e do maquinista do trem UP 171", foi concluído que eles são os responsáveis pelo acidente. O maquinista, de acordo com o delegado, não observou o sinal de linha e não respeitou o quadro de velocidade permitida no local do acidente, próximo a uma curva, assim como também responsabilizou o controlador que operava na hora do acidente. O laudo, junto com outros documentos sobre as investigações do acidente, serão encaminhados à Justiça na próxima segunda-feira segundo o delegado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.