PUBLICIDADE

Golpistas usam fotos de crianças doentes para arrecadar dinheiro em vaquinhas falsas

Em um das campanhas fakes, foram arrecadados mais de R$ 30 mil. Conforme reportagem exibida pelo Fantástico, o mesmo golpe foi identificado em cinco estados

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Criminosos estão utilizando imagens de crianças doentes de campanhas na internet para criar vaquinhas falsas e arrecadar dinheiro ilícito. A ação dos golpistas já arrecadou R$ 35 mil em um mês, conforme reportagem exibida pelo programa Fantástico, da Rede Globo, no domingo, 25.

Em 2022, a vida da família de Madelaine Morigi e Renato virou de cabeça para baixo quando descobriram o tumor da filha Nicolly. Com o apoio de amigos, familiares e até de desconhecidos, eles conseguiram arrecadar R$ 13 mil em uma vaquinha online, valor que foi crucial para o tratamento.

Madelaine viu imagens da própria filha sendo utilizadas por golpistas em uma vaquinha falsa.  Foto: Fantástico/Reprodução de Video

PUBLICIDADE

Mesmo com a cirurgia bem-sucedida realizada em abril de 2023, a família enfrentou um novo revés quando uma ressonância indicou que o tumor havia retornado. Sem hesitar, Madelaine abriu uma nova campanha e começou a divulgar nas redes sociais.

No entanto, a confiança foi abalada quando a família foi surpreendida por acusações de golpe. “Eu falei para essa pessoa que me xingou que a menina da foto era minha filha. Ela me mostrou print e link. Quando vi, em um mês, os golpistas tinham conseguido R$ 35 mil na vaquinha falsa da minha filha”, conta.

Conta bancária da mãe do suspeito era utilizada

A situação se complicou ainda mais quando foi descoberto, por uma ligação do Rio de Janeiro, que os responsáveis pelo golpe aplicado em Madelaine e Renato utilizavam a conta bancária da própria mãe. O telefonema partiu de Stephani Santos Barbosa, que percebeu atividades suspeitas envolvendo o irmão, Luiz Antônio dos Santos, e a cunhada dela, Tainara Ribeiro.

Luíz Antônio e Tainara Ribeiro foram formalmente indiciados pelo crime de estelionato.  Foto: Reprodução de Video/Fantástico

A investigação revelou que Luiz Antônio utilizava a conta bancária da mãe dele, Hosana Rodrigues dos Santos, para receber o dinheiro dos golpes. Ela recorda que a nora e o filho chegaram a fazer uma foto dela, alegando ser necessária para o reconhecimento facial para desbloquear um cartão.

Conforme Hosana, foi assim que conseguiram abrir uma nova conta para receber o dinheiro dos golpes. “Eu não tenho nada a ver com isso. Eu fui usada como muitos ali estão sendo usados por eles”, disse Hosana. Após ser alertada por Stephani, Hosana afirmou ter denunciado o casal às autoridades policiais.

Publicidade

Golpe identificado em cinco estados

O Fantástico investigou e constatou que, em pelo menos cinco estados, foram registrados boletins de ocorrência relacionados a perfis falsos atribuídos a Tainara.

Em outra situação semelhante, a família de Winnie dos Santos também foi vítima do mesmo golpe. Eles abriram uma vaquinha online para custear o respirador mecânico da filha Agnes, que custava R$ 100 mil. Meses depois, descobriram que informações da menina também estavam sendo usadas por golpistas.

Recentemente, os responsáveis pelos golpes foram convocados para prestar depoimento na delegacia. Tainara e Luís Antônio foram formalmente indiciados pelo crime de estelionato.

A defesa dos acusados, por meio de nota, informou que ambos já prestaram depoimento às autoridades policiais e optou por não comentar sobre o indiciamento do casal. O advogado também recusou-se a abordar os demais casos reportados em diferentes estados.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.