PUBLICIDADE

OCDE: Brasil é 52º de 57 países em ensino secundário

Por JOÃO CAMINOTO
Atualização:

O Brasil ocupa uma constrangedora 52ª posição na pesquisa Pisa, levantamento realizado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que avaliou em 2006 a capacidade dos estudantes do ensino secundário - de 15 anos de idade - em 57 países que totalizam quase 90% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial. O desempenho dos estudantes brasileiros foi considerado superior apenas ao dos estudantes da Colômbia, Tunísia, Azerbaijão, Catar e Quirguistão, o lanterna do ranking. A pesquisa Pisa é liderada pela Finlândia. O grupo dos dez países mais bem posicionados é completado por Hong Kong, Canadá, Taiwan, Estônia, Japão, Nova Zelândia, Austrália, Holanda e Liechtenstein. Entre os países sul-americanos, o Chile é o melhor colocado, em 40º lugar. Segundo a OCDE, a Pisa é a pesquisa internacional mais "abrangente e rigorosa" do desempenho dos alunos secundaristas. Em 2006, os estudos se concentraram no nível de conhecimento dos estudantes na área de ciência e sua capacidade de usar esse conhecimento para identificar e resolver problemas do dia-a-dia. "Na competitiva economia global de hoje, a qualidade da educação é um dos ativos mais valiosos que uma sociedade e um indivíduo pode ter", disse o secretário-geral da OCDE, Angel Gurría.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.