PUBLICIDADE

PF apreende quase 28 quilos de cocaína com aeromoça no RN

Droga foi encontrada durante raio X da bagagem; esta é maior apreensão do entorpecente no Estado neste ano

Por Solange Spigliatti
Atualização:

A Polícia Federal fez na noite de quinta-feira, 10, a maior apreensão de cocaína do ano no Rio Grande do Norte. Foram apreendidas 27,9 quilos da droga com a comissária de bordo portuguesa Ana Cristina Lopes Borges Marta, de 31 anos, residente na cidade do Madeiro (Portugal), que havia embarcado em São Paulo e fazia conexão no Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim, para regressar ao seu país.   A droga foi apreendida durante fiscalização de rotina junto a passageiros de vôos internacionais quando observavam a bagagem através dos raios X. Os 27 tijolos de cocaína estavam em duas malas, enrolados em peças de roupa. Ela preferiu não fazer qualquer pronunciamento sobre a prisão e prometeu falar apenas em juízo.   A comissária de bordo de uma linha aérea portuguesa pode ter sido protagonista da maior apreensão de cocaína na história do RN. Em conversa informal com policiais, Ana Cristina comentou que receberia 5 mil euros pelo transporte da cocaína, preço acertado com um homem que ela conheceu em São Paulo e com quem se encontraria em Portugal.   Segundo a PF, esta foi a 10.ª apreensão de cocaína que a Polícia Federal fez somente este ano no Aeroporto Augusto Severo, que resultaram na prisão de 11 pessoas. O total da droga apreendida já chega aos 76 quilos.   Em números gerais, a Polícia Federal realizou a apreensão de 82,8 quilos de cocaína no Rio Grande do Norte entre janeiro e julho deste ano. Os números superam e muito os 17 quilos apreendidos no mesmo período em 2007 e já deixa distante o balanço geral do ano passado, que foi de 34 quilos. Cerca de 45% dos presos por tráfico de drogas no Estado são estrangeiros.   Prisões   As apreensões começaram a aumentar a partir de maio, quando o romeno Silviu Cristian Sechel e a portuguesa Íris Maria Tavares Montez da Silva foram detidos no aeroporto de Natal com 8 e 4,5 quilos da droga, respectivamente. Em junho, dois paraibanos foram detidos com 4 quilos de pasta-base da droga; uma dupla de espanhóis foi presa com 10,4 de cocaína pura; e um alemão mecânico de aviões pretendia embarcar para Barcelona, com 12,7 quilos do entorpecente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.