Publicidade

Maioria das bolsas da Europa termina o dia com ganho

Por Agencia Estado
Atualização:

As principais Bolsas européias fecharam em alta, depois de o índice de preços ao consumidor dos EUA ficar abaixo das previsões; os mercados também reagiram a informes de resultados de empresas importantes. Em Bruxelas, as ações da Agfa Gevaert caíram 8,1%, em reação a seu informe de resultados. Londres Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 fechou em alta de 25,1 pontos, ou 0,40%, em 6.254,9 pontos. O destaque do pregão foi a distribuidora de energia elétrica National Grid, cujas ações subiram 6,80%, depois de a empresa divulgar resultados e anunciar um aumento dos dividendos e que vai vender ativos para se concentrar em sua atividade principal. As ações do setor de seguros avançaram, depois de uma conferência da Legal & General com analistas (L&G registrou ganho de 2,22% e Royal & Sun Alliance subiu 0,99%). No setor de mineração, as ações da Vedanta Resources caíram 7,07%, depois de a empresa divulgar resultados e anunciar que investirá US$ 1,9 bilhão na construção de uma usina de energia na Índia. No setor de mídia, as ações da anglo-holandesa Reed Elsevier cederam 4,50%, depois de a empresa relatar desempenho decepcionante em sua subsidiária Harcourt Education. Paris O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, encerrou em baixa de 5,81 pontos, ou 0,11%, em 5.505,72 pontos. As ações do setor bancário caíram, depois de o BNP Paribas divulgar resultados (BNP cedeu 2,03%, Crédit Agricole recuou 0,87% e Societé Générale teve baixa de 0,69%). As ações da Peugeot-Citroën subiram 3,36%, depois de o anúncio do aumento da participação da Porsche na Volkswagen fazer crescerem as expectativas de consolidação no setor automotivo. As da Sodexho-Alliance, do setor de alimentação industrial, subiram 0,8%, em reação a seu informe de resultados. As da operadora de Bolsas Euronext avançaram 1,1%, depois da divulgação de seu informe de resultados. Frankfurt A Bolsa de Frankfurt terminou o dia com o índice Xetra-DAX em alta de 12,13 pontos, ou 0,19%, em 6.443,02 pontos, depois de estabelecer nova máxima durante o pregão para o ano em 6.452 pontos. As ações da Volkswagen subiram 1,48% e as da Porsche avançaram 4,66%, depois de a Porsche divulgar resultados e anunciar que elevou sua participação na Volks para 27,4%; sua diretoria também aprovou o plano de aumentar a participação na Volks para 29,9%, logo abaixo dos 30% que a obrigaria a fazer uma oferta por toda a empresa. "Acreditamos que a decisão da Porsche de mirar uma participação de 29,9% na Volkswagen é um prelúdio para uma oferta da Porsche pela Volks", disseram os analistas da Lehman Brothers. Já os analistas do HVB disseram acreditar que isso é improvável, argumentando que o modelo de negócios da Porsche não é aplicável à Volks e que para obter sinergias com uma aliança, a Porsche precisaria manter as margens atuais, que seriam fortemente diluídas com uma aquisição. No setor de tecnologia, as ações da Infineon caíram 2,25%, em reação a seu informe de resultados. As da E.On, do setor de energia, subiram 0,24%, depois de as autoridades espanholas aprovarem sua oferta pela Endesa. Milão Na Bolsa de Milão, o índice S&P-Mib fechou com valorização de 4 pontos, ou 0,01%, em 40.817 pontos. As ações da Alitalia subiram 2,10%, em meio a especulações contínuas sobre uma fusão. As da Banca lombarda subiram 1,2% e as do Banche Popolare Unite avançaram 1,9%, recuperando-se das quedas que se seguiram ao anúncio de sua fusão. Madri O índice Ibex-35, da Bolsa de Madri, encerrou em alta de 67,00 pontos, ou 0,47%, em 14.241,30 pontos, no quinto pregão consecutivo de ganhos. Operadores disseram que o índice de preços ao consumidor dos EUA foi bem recebido pelo mercado. As ações da Endesa subiram 0,58%, em reação à aprovação da aquisição da empresa pela alemã E.On; as da Iberdrola avançaram 0,58%. As da Repsol caíram 0,32%, depois de a empresa divulgar resultados. Lisboa A Bolsa de Lisboa fechou com o índice PSI-20 em baixa de 8,46 pontos, ou 0,08%, em 10.622,91 pontos. Operadores atribuíram o recuo ao fato de a produção industrial dos EUA ter ficado aquém das previsões. As ações do Banco Comercial Português caíram 0,39% e as da Energias de Portugal recuaram 0,28%. As da Mota Engil subiram 2,75%, ainda em reação ao informe de resultados divulgado ontem. As informações são da Dow Jones.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.