Publicidade

Publicidade

Raízen vende 31 projetos de usinas de geração solar por R$ 700 milhões à Elis Energia, do Pátria

Operação ainda precisa ser aprovada por órgãos reguladores, como o Cade

Por Amélia Alves
Atualização:

A Raízen informou nesta quinta-feira que assinou com a Élis Energia, controlada pelo Pátria Infraestrutura IV Fundo de Investimento, sob gestão do Pátria Investimentos, a venda de 31 projetos de usinas de geração solar distribuída (UFVs) com capacidade instalada agregada de até 115,4 megawatt-pico (MWp).

PUBLICIDADE

Nos termos do contrato, a Élis Energia concordou em adquirir as usinas pelo valor agregado de até R$ 700 milhões, aproximadamente, a serem pagos à medida que os projetos forem desenvolvidos e construídos pela Raízen e transferidos à compradora até dezembro de 2025.

A operação, ainda segundo a Raízen, está alinhada à estratégia de reciclagem de portfólio e criação de valor da companhia, “contribuindo também para redução do endividamento”.

Parques solares serão transferidos para Elis Energia conforme forem sendo concluídos Foto: Daniel Teixeira/Estadão

A conclusão e fechamento da operação, contudo, ainda estão sujeitos à verificação e aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), bem como ao cumprimento das demais condições precedentes estabelecidas no contrato, afirma a Raízen, em comunicado ao mercado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.