Publicidade

Varejista americana Bed Bath & Beyond entra com pedido de proteção contra falência

Gigante toma medida depois de esgotar esforços para manter o negócio funcionando

Foto do author Bruno Romani
Por Bruno Romani
Atualização:

A americana Bed Bath & Beyond informou neste domingo que entrou com pedido de proteção contra falência depois de esgotar uma série de esforços para levantar patrimônio e manter o negócio funcionando. Neste domingo, a companhia anunciou que fechará as portas caso não encontre um comprador.

PUBLICIDADE

A varejista de artigos para o lar vem alertando sobre possível falência desde o início de janeiro, quando emitiu “Aviso de Continuidade”, que significa não ter dinheiro para as despesas. Neste domingo, a Bed Bath & Beyond revelou também que levantou US$ 240 milhões para dar prosseguimento à liquidação da companhia.

“A empresa permanecerá aberta e continuará a atender clientes à medida que iniciar esforços para fechar seus locais de varejo”, informou. Neste domingo, 23, a companhia avisou clientes que aceitará cupons até o dia 26 deste mês, honrará cartões de presente até 8 de maio e processará trocas de mercadorias até 24 de maio.

Analistas apontam que, caso a varejista feche as portas, será uma das maiores falências do mercado americano nos últimos 15 anos, junto com nomes como Circuit City e Toys R Us. A empresa, dizem os especialistas, fracassou ao fazer a transição para a economia digital.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.