PUBLICIDADE

Damon Albarn: o incansável vocalista do Gorillaz e Blur vive grande momento da carreira

Um de seus projetos, o Gorillaz, lança um novo álbum nesta sexta-feira, enquanto sua outra banda, o Blur, anunciou o retorno aos palcos e prepara uma turnê mundial

Por Philippe Grelard

Paris, França / AFP - O cantor britânico Damon Albarn vive um grande momento da carreira: um de seus projetos, o Gorillaz, lança um novo álbum nesta sexta-feira, 24, enquanto sua outra banda, o Blur, anunciou o retorno aos palcos e prepara uma turnê mundial.

“Ícone da música”, o vocalista de 54 anos “é um artista que continua sendo relevante ano após ano, assim como o Gorillaz, que tem um passado de prestígio, mas continua sendo vanguardista”, diz à AFP Clément Meyère, curador do festival parisiense We Love Green, onde a banda se apresentou em 2022.

Gorillaz lançou um novo álbum nesta sexta-feira, 24. Foto: Gorillaz/ Divulgação

PUBLICIDADE

O oitavo álbum do Gorillaz, Cracker Island, mantém o mesmo estilo pop híbrido que deixou a banda britânica mundialmente conhecida, embora o lançamento apresente um tom mais animado e quente do que o álbum anterior, Song Machine: Season One - Strange Timez, de 2020.

O novo trabalho também repete o hábito do grupo de contar com inúmeras colaborações, como a do porto-riquenho Bad Bunny e dos americanos Beck e Stevie Nicks, vocalista do Fleetwood Mac.

O objetivo do grupo segue o mesmo: alimentar a fama e a aura misteriosa do Gorillaz, apresentado em 2001 como uma banda virtual, cujos videoclipes mostravam apenas animações feitas pelo prestigiado artista Jamie Hewlett, autor da história em quadrinhos “Tank Girl”.



‘Eliminar barreiras’

Embora logo tenha se tornado público quem estava por trás do Gorillaz, isso não impediu Albarn de repetir o mesmo sucesso que havia desfrutado com o Blur, uma das bandas de maior sucesso da década de 1990.

Grandes nomes da música mundial já participaram dos álbuns e shows do Gorillaz, como Elton John, Jean-Michel Jarre, Grace Jones e a rapper Little Simz.

Publicidade

“Com o Gorillaz no palco, estamos imersos em um universo sonoro e visual que elimina barreiras e cria pontes. Há poucos casos parecidos, fora o da Björk”, destaca Meyère, ressaltando o dinamismo e a diversidade de seus shows.

No entanto, o vocalista deixará seu projeto de lado nos próximos meses para se concentrar no retorno do , que parou de compor e fazer shows com regularidade no início dos anos 2000.

O grupo fará uma turnê internacional com início na Espanha e que terminará no Japão.



Cantor de ópera

O Blur já havia retornado aos palcos com a gravação de dois álbuns ao vivo, All the People em 2009 e Parklive em 2012.

PUBLICIDADE

E o vocalista sempre guarda algum ato inusitado para estas apresentações, como por exemplo, em um show no centro cultural La Gaîté Lyrique, em 2021, quando começou a improvisar e até surpreendeu os músicos que o acompanhavam.

Seu espírito criativo o levou a se arriscar em estilos musicais distantes do pop, como a ópera ou a música africana.

Entre estas colaborações, está o álbum Mali Music (2002), um trabalho em conjunto com artistas do Mali, e a ópera Le Vol du Boli (2020), promovida ao lado de um dos cineastas africanos mais conhecidos, o mauritano Abderrahmane Sissako, diretor do premiado filme Timbuktu (2014).

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.