PUBLICIDADE

O que Avril Lavigne acha da teoria que diz que ela morreu e foi substituída por sósia?; veja vídeo

Cantora comentou sobre meme de teor conspiratório que surgiu na web há anos

Foto do author Gabriela Caputo
Por Gabriela Caputo

Avril Lavigne morreu e foi substituída por uma sósia”: eis uma das teorias da conspiração mais famosas do universo pop. A brincadeira surgiu na web há anos e, de vez em quando, ainda é recuperada por adeptos, que juram colecionar evidências. A cantora canadense, hoje com 39 anos, já comentou sobre a teoria algumas vezes, mas, em entrevista recente ao podcast Call Her Daddy, foi bastante direta: “Obviamente eu sou eu. É muito idiota”, disse, caindo na risada.

A cantora Avril Lavigne comentou sobre meme de teor conspiratório que surgiu na web há anos. Foto: @avrillavigne via Instagram

Segundo a teoria, Avril teria morrido nos anos 2000 por suicídio, sendo substituída por sua gravadora por uma mulher chamada Melissa. Para os conspiradores, seus empresários não queriam perder dinheiro, já que Avril fez muito sucesso em 2002 com seu álbum Let Go, quanto tinha apenas 17 anos. Os argumentos defendidos são de que notaram mudanças físicas na aparência de Avril, como no formato de seu nariz e na voz.

PUBLICIDADE

“É engraçado, por um lado tem gente que diz que eu não envelheci nada. Por outro, tem uma teoria da conspiração que diz que eu não sou eu. Legal. Não é tão ruim. poderia ser pior. Acho que tenho uma [teoria de conspiração] das boas. Não é negativa ou obscura, é?”, disse Avril no programa. “É um pouco obscura, vamos lá”, respondeu a apresentadora, Alex Cooper.

Avril reforçou que poderia ser pior e, então, chamou a teoria de idiota. “As pessoas fizeram isso com outros artistas, eu não sou a única”, ressaltou. “Acho que a sua é realmente proeminente”, contestou Alex. Entrando na brincadeira, Avril disse que parece que a apresentadora acredita na teoria. “Fui eu quem comecei a conspiração. Estou aqui disfarçada para investigar a Melissa”, zombou Alex.

Veja no vídeo abaixo trechos da conversa (em inglês) em que Avril fala sobre o assunto.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.