PUBLICIDADE

CBF anuncia Dorival Júnior como novo técnico da seleção brasileira

Apresentação acontece nesta quinta-feira, às 15h (horário de Brasília), na sede da entidade, no Rio de Janeiro

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Agora é oficial! A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou, nesta quarta-feira, 10, Dorival Júnior como o novo técnico da seleção brasileira. A apresentação acontece nesta quinta, às 15h (horário de Brasília), na sede da entidade, no Rio. O treinador de 61 anos estava no São Paulo e aceitou o convite para assumir o cargo no fim de semana, mas uma série de compromissos do presidente Ednaldo Rodrigues atrasou o anúncio.

PUBLICIDADE

O acerto da CBF com Dorival Júnior ocorreu após Ednaldo Rodrigues ser reconduzido à presidência da entidade após liminar do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele havia sido afastado em dezembro após intervenção da Justiça do Rio. Ao retornar ao cargo, o dirigente demitiu Fernando Diniz, que tinha contrato até junho para comandar a seleção de maneira interina, e comunicou o São Paulo sobre o interesse em Dorival Júnior. O ex-lateral-esquerdo Filipe Luís, recém-aposentado, foi convidado para ser coordenador da seleção brasileira, mas declinou a oferta para seguir a carreira de treinador.

Inicialmente, a intenção da CBF era que ele fosse apresentado em sua sede nesta quarta-feira, mas desde segunda-feira Ednaldo Rodrigues tem se reunido com cartolas da Fifa, da Conmebol, de federações estaduais e de clubes para prestar esclarecimentos sobre a crise na entidade. Nesta terça-feira, Ednaldo se reuniu com representantes dos clubes das Séries A e B. O encontro não teve o ambiente pesado de cobrança visto com as federações, e serviu mais para o dirigente garantir que os clubes não serão afetados pela crise política e para as agremiações reforçarem seu entendimento na formação de uma liga.

Dorival Júnior é o novo técnico da seleção brasileira.  Foto: Felipe Rau/ Estadão

Dorival Júnior nunca escondeu o sonho de treinar a seleção brasileira. Ele tinha proposta de renovação com o São Paulo até o fim de 2026, quando encerra o novo mandato do presidente Julio Casares, além de reajuste salarial. O clube comunicou a saída do profissional no domingo e busca encontrar o substituto para a temporada 2024. Em nota, Dorival Júnior comemorou o acerto.

“É a realização de um sonho pessoal, que só foi possível porque tive o reconhecimento do trabalho desenvolvido no São Paulo. Por isso tenho de agradecer por ter feito parte desse importante período de reconstrução, liderado com competência pela presidência e pela diretoria. Com o investimento na infraestrutura e o planejamento dos últimos anos, o Clube está preparado para receber os mais qualificados profissionais do mercado”, disse Dorival, em nota oficial do São Paulo.

O anúncio do novo treinador da seleção brasileira acontece um ano após Tite, atualmente no Flamengo, entregar o cargo. A seleção brasileira começou o ano de 2023 com Ramon Menezes, técnico da seleção sub-23, como interino. Em três amistosos, o Brasil venceu Guiné e perdeu para Marrocos e Senegal. Ednaldo Rodrigues tinha Carlo Ancelotti como favorito e colocou Fernando Diniz como novo interino até junho de 2024, com o treinador acumulando o cargo com o trabalho no Fluminense. Nas Eliminatórias, o Brasil venceu apenas dois jogos, contra os fracos Bolívia e Peru, empatou de maneira inédita contra a modesta Venezuela, e foi derrotado por Uruguai, Colômbia e Argentina.

No fim de dezembro, o Real Madrid anunciou a renovação de Ancelotti e frustrou os planos da CBF. Com o mau desempenho nas Eliminatórias, a busca por um novo treinador se intensificou e o nome de Dorival ganhou força. Além da inédita Copa do Brasil com o São Paulo, o treinador venceu a competição em 2022 com o Flamengo, time pelo qual conquistou a Libertadores naquele ano. Os primeiros compromissos de Dorival com a seleção serão os amistosos contra a Inglaterra, em Londres, em 23 de março, e contra a Espanha, em Madri, no dia 26. Serão os últimos jogos do Brasil antes da Copa América, que acontece entre 20 de junho a 2 de julho, nos Estados Unidos.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.