PUBLICIDADE

Edina, Neuza e Leila formam o trio de arbitragem para Coreia do Sul x Marrocos na Copa do Mundo

Trio brasileiro fará seu segundo jogo no Mundial feminino da Austrália e da Nova Zelândia

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O trio de arbitragem da partida entre Coreia do Sul e Marrocos, domingo, em Adelaide, na Austrália, pela Copa do Mundo feminina, vai ser todo brasileiro. Edina Alves Batista está escalada como árbitra de campo, auxiliada por Neuza Back e Leila Cruz. Será o segundo trabalho das brasileiras neste Mundial. Elas estiveram em ação, dia 20, na vitória da Austrália sobre a Irlanda por 1 a 0, em duelo realizado em Sydney. Na oportunidade, Edina marcou um pênalti, convertido pelas anfitriãs.

É a segunda participação de Edina e Neuza em uma Copa do Mundo Feminina. Elas também estiveram presentes no Mundial de 2019, na França, quando apitou quatro partidas, entre elas a semifinal entre Inglaterra e Estados Unidos. Leila Cruz é estreante em Copas.

Edinal Alves será a árbitra do jogo entre Coreia do SUl e Marrocos pela segunda rodada da Copa do Mundo feminina  Foto: AP Photo/Jessica Gratigny

PUBLICIDADE

Aos 43 anos, pertencente ao quadro de arbitragem da CBF desde 2007, a paranaense Edina é a árbitra com mais jogos em campeonatos brasileiros. Ele também é filiada à Federação Paulista de Futebol e à Conmebol. Juntamente com Neuza, esteve na Copa do Mundo do Catar, no ano passado.

O trio de arbitragem do Brasil ainda deve ter participação em outras partidas do Mundial, das fases mais agudas. A torneio já conta com todas as modificações das regras do futebol. O Estadão preparou um infográfico para explicar as mudanças ao leitor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.