PUBLICIDADE

Publicidade

Emerson se desculpa por polêmica, e Gaviões da Fiel provoca São Paulo

Segundo Organizada, atacante disse: 'O selinho foi só uma brincadeira, até porque eu não sou são-paulino'

PUBLICIDADE

Foto do author Vitor Marques

SÃO PAULO - Líderes da torcida organizada Gaviões da Fiel foram na tarde desta sexta-feira ao CT Joaquim Grava  conversar com o atacante Emerson. O encontro, confirmado pela assessoria do Corinthians, teve a presença do diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves. O tema da conversa foi o polêmico selinho que o jogador do Corinthians deu em um amigo, gerando grande repercussão nas redes sociais. Um dos participantes da 'bronca' disse que a conversa aconteceu de forma até que tranquila tranquila. O bate-papo dos torcedores com Emerson ocorreu antes do treino desta sexta no CT.De acordo com um comunicado divulgado pela Gaviões da Fiel, Emerson Sheik disse aos torcedores que não imaginava o tamanho da repercussão que a foto do selinho em seu amigo tomou e se lamentou pelo ocorrido. "Lamento se ofendi a torcida do Corinthians, não foi a minha intenção. Foi só uma brincadeira com um amigo, até porque eu não sou são-paulino", disse o atacante, em comunicado veiculado pela torcida organizada.Na segunda-feira, quando veio à tona a foto do beijo, integrantes da Camisa 12, outra organizada do Corinthians, foram ao CT para protestar contra o comportamento do jogador. Relacionado para a partida de domingo contra o Vasco, Emerson vai usar uma chuteira nova com os dizeres: "Fora preconceito" e "Gentileza". Esta era sua intenção antes da conversa com os corintianos.Nas redes sociais, o atacante agradeceu o apoio de parte da torcida do Corinthians e pediu desculpas por ter ofendido alguns torcedores com a "brincadeira" do selinho. "Só tenho de agradecer essa torcida linda, que sempre me apoiou e ainda apoia", afirmou o jogador, ao postar uma foto com seus três filhos. "Peço desculpas aos que se sentiram ofendidos pela brincadeira que fiz com um amigo. Não tive a intenção de ofender ninguém e muito menos a nação corintiana. Vou continuar honrando a camisa do Corinthians assim como tenho feito nos últimos anos. Vai, Corinthians!", declarou Emerson, que deve ser reserva neste domingo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.