PUBLICIDADE

Publicidade

Meirelles tenta ajudar Goiânia a receber Copa de 2014

PUBLICIDADE

Por Fernando Nakagawa

Convidado pelo governo de Goiás, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, participou em Goiânia da recepção à comitiva da Fifa que vai escolher as sedes da Copa do Mundo de 2014. O presidente do BC se colocou à disposição do governador Alcides Rodrigues (PP) para ajudar a capital do Estado a ser uma das 12 sedes do Mundial. Junto com outros goianos ilustres, como o cantor Zezé di Camargo e o artista plástico Siron Franco, Meirelles participou da cerimônia em que a cidade oficializou a proposta para receber a Copa em 2014. Aos representantes da Fifa, o governador Alcides Rodrigues e o prefeito de Goiânia, Íris Rezende (PMDB), apresentaram projetos para a Copa, como a ampliação do Aeroporto Santa Genoveva e a reforma do Estádio Serra Dourada. Os representantes da Fifa e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também percorreram avenidas e pontos turísticos da cidade. Meirelles, que nasceu em Anápolis (GO), disse que está à disposição do governo estadual para ajudar no esforço para que Goiânia seja um das sede do Mundial. "Goiânia tem tradição de boas administrações e um povo que gosta de desafios", disse.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.