PUBLICIDADE

Publicidade

Ponte Preta e Guaratinguetá empatam por 1 a 1

Por AE
Atualização:

Justificando o equilíbrio em campo, Ponte Preta e Guaratinguetá empataram por 1 a 1, nesta terça-feira, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Os dois rivais paulistas continuam invictos. A Ponte Preta, com seis pontos, numa posição intermediária, e o Guaratinguetá, com oito, não mais na liderança.O primeiro tempo foi bastante movimentado, apesar das diferentes disposições de cada time. A Ponte Preta, mais adiantada, tentou pressionar em busca do gol. O Guaratinguetá, mais precavido, também chegou com perigo na frente, explorando os contra-ataques.O ritmo diminuiu na segunda etapa, mas ninguém desistiu de buscar o gol. A Ponte Preta teve mais chances, mas em chutes de longa distância, uma vez que não conseguia fazer as infiltrações na bem armada defesa visitante. O Guaratinguetá, com as entradas dos meias Nenê e Marcinho, priorizou o passe e toque de bola na esperança de encaixar um contra-ataque, que não aconteceu.O primeiro gol saiu aos 27 minutos, depois da insistência de Éder pelo lado esquerdo do ataque. A bola sobrou para Pablo Escobar, outro que tinha entrado no segundo tempo. Ele ajeitou e bateu, consciente, de perna esquerda no canto direito do goleiro Jailson.O Guaratinguetá empatou aos 35 minutos com o zagueiro Gustavo Bastos. Ele desviou de cabeça a falta cobrada por Nenê, com efeito, pelo lado direito.Pela quinta rodada, os dois times voltam a campo no sábado. A Ponte Preta vai enfrentar o São Caetano, provavelmente no Canindé porque o estádio Anacleto Campanella continua interditado, enquanto que o Guaratinguetá vai receber o Santo André, no Vale do Paraíba.Ficha técnicaPonte Preta 1 x 1 GuaratinguetáPonte Preta - Eduardo Martini; Alex Santos, Diego Jussani, Naldo e Vicente; Jonata Escobar (Jair), Josimar, Tinga e Junai (Éder); Marcelinho e Reis (Pablo Escobar). Técnico: Jorginho.Guaratinguetá - Jaílson; Júlio César, Gustavo Bastos e Éverton; Fábio Silva (Leandro), César Santiago, Goeber, Alan (Nenê) e Renato Peixe; Serginho e Tozin (Marcinho). Técnico: Roberval Davino.Gols - Pablo Escobar, aos 27, e Gustavo Bastos, aos 35 minutos do segundo tempo.Cartões amarelos - Júlio César e César Santiago (Guaratinguetá).Árbitro - Guilherme Cereta de Lima (SP).Renda - R$ 26.840,00.Público - 3.628 pagantes.Local - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.