PUBLICIDADE

Análise|São Paulo consagra goleiro e empata sem gols com o Inter em Criciúma

Time de Zubeldía faz péssimo primeiro tempo, acorda no segundo, mas vê vitória escapar graças às defesas de Fabrício

PUBLICIDADE

Foto do author Ricardo Magatti
Atualização:

Próximos na tabela de classificação do Brasileirão, Inter e São Paulo irritaram seus torcedores nesta quinta-feira. Gaúchos e paulistas fizeram um jogo sonolento e empataram sem gols no Heriberto Hulse, em Criciúma, casa temporária do time colorado, que só deve voltar em julho ao Beira-Rio, devastado pelas enchentes em Porto Alegre.

PUBLICIDADE

Há quase dois meses o comando do São Paulo, o argentino Luis Zubeldía vive um conto de fadas e viu sua sequência invicta aumentar para 11 jogos com o empate desta quinta, mas enxerga também alguns problemas na equipe, que foi inócua ofensivamente diante do Inter no primeiro tempo. Foram poucos os lances criativos de ambos os times, muito travados em campo.

Os primeiros 45 minutos foram os piores da partida. Tanto São Paulo quanto Inter pouco criaram. Os gaúchos, que perderam Alan Patrick, machucado, aos dois minutos, tiveram maior volume de jogo, ficaram mais com a bola e ensaiaram um domínio, mas não incomodaram o goleiro Jandrei. O mesmo ocorreu com o time paulista, que fez suas tentativas em contra-ataque. Foram mais amarelos na partida - nove - do que chances de perigo.

Inter e São Paulo empataram sem gols em Criciúma Foto: Ricardo Duarte/Inter

A pasmaceira se repetiu até os primeiros minutos do segundo tempo, quando o São Paulo acordou. A equipe de Zubeldía foi às redes com Calleri, de cabeça. Um dos mais interessados em campo, o argentino saiu comemorando, mas se frustrou depois que o bandeirinha assinalou sua posição de impedimento, ratificada pelo VAR.

Escolhidos por Zubeldia para deixar o banco, Galoppo, Ferreira e Erick melhoraram o São Paulo, que passou a ser mais contundente no ataque, e ajudaram Lucas. O meia-atacante teve duas oportunidade para definir a partida, mas foi impedido por Fabrício. O goleiro do Inter fez suas defesas impressionantes em finalização e, depois, cabeceio do atleta são-paulino.

Melhor em campo, o experiente goleiro de 38 anos segurou o empate em Criciúma e impediu que o São Paulo dividisse a liderança do Brasileirão com o Flamengo. O time paulista tem 14 pontos e pode deixar o G-4. O Inter soma 11 pontos e perdeu a oportunidade de encostar nos líderes do campeonato. Mas os gaúchos ainda têm dois jogos a menos.

INTER 0 X 0 SÃO PAULO

  • INTER - Fabrício; Bustos (Igor Gomes), Vitão, Fernando e Renê; Thiago Maia, Bruno Henrique (Gustavo Prado) e Aránguiz; Alan Patrick (Hyoran), Wesley e Lucca (Wanderson). Técnico: Eduardo Coudet.
  • SÃO PAULO - Jandrei; Igor Vinícius, Diego Costa, Alan Franco e Welington; Luiz Gustavo (Galoppo), Alisson e Rodrigo Nestor (Ferreira); Lucas (André Silva), Luciano (Erick) e Calleri (Juan). Técnico: Luis Zubeldía.
  • ÁRBITRO: Bráulio da Silva Machado (SC/Fifa).
  • CARTÕES AMARELOS: Fernando, Vitão, Bustos, Luiz Gustavo, Aránguiz, Calleri, Galoppo, Ferreira, Bruno Gomes.
  • PÚBLICO E RENDA: Não disponíveis.
  • LOCAL: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

Publicidade

Análise por Ricardo Magatti

Repórter da editoria de Esportes desde 2018. Formado em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), com pós-graduação em Jornalismo Esportivo e Multimídias pela Universidade Anhembi Morumbi. Cobriu a Copa do Mundo do Catar, em 2022.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.