PUBLICIDADE

Publicidade

Nadadores norte-americanos são retirados de avião pela Polícia Federal

Gunnar Bentz e Jack Conger estão envolvidos na investigação de falso roubo envolvendo seus companheiros Ryan Lochte e James Feigen

PUBLICIDADE

Por Suellen Amorim
Atualização:

Agentes da Polícia Federal impediram que os nadadores norte-americanos Gunnar Bentz e Jack Conger, medalhistas olímpicos nos Jogos do Rio-2016, deixassem o Brasil na noite desta quarta-feira. Eles tentavam embarcar em voo para os Estados Unidos no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, o Galeão, na zona norte do Rio, mas foram retirados da aeronave e tiveram os passaportes apreendidos por que estão envolvidos na investigação de uma possível notificação de falso roubo. A justificativa da Justiça da retenção dos passaportes é a possibilidade de eles terem cometido o delito de comunicação falsa de crime, que tem pena prevista de um a seis meses de detenção e multa. Bents e Conger faziam parte de um grupo de quatro nadadores dos Estados Unidos que supostamente foram assaltados na madrugada de domingo, 14. Além dos dois, Jimmy Feigen e o astro Ryan Lochte também teriam sido alvo de criminosos. O grupo afirmou aos investigadores da Polícia Civil que estavam em um táxi quando foi parado por uma falsa blitz e assaltados.

Nadador Americano Jack Conger presta depoimento na delegacia da Policia Civil no Aeroporto Internacional Tom Jobim Foto: Guilherme Leporace / Agência O Globo