Terremoto de 6,9 graus mata 5 ao atingir fronteira da Guatemala com o México

Pelo menos três vítimas morreram por parada cardíaca; 609 foram afetadas e 72 sofreram danos mais sérios

Atualização:

CIDADE DA GUATEMALA - Um terremoto de magnitude 6,9 na escala Richter - que varia de 0 a 10 graus - atingiu o oeste da Guatemala, próximo à fronteira com o México, na América do Norte, no início da manhã desta quarta-feira, 14. Ao final do dia foram constatadas cinco vítimas fatais, entre elas quatro mulheres, 609 pessoas afetadas e 72 sofreram mais com o imapcto. Houve prejuízos 'moderados' em casas e deslizamentos de terras em estradas, conforme as autoridades locais.

PUBLICIDADE

As vítimas mortais foram registradas na região sul e sudoentes, em Retalhuleu, Quetzaltenango e San Marcos, segundo confirmação do diretor da Coordenação para Redução de Desastre (Conred),Sergio Cabañas. Pelo menos três das mortes se deveu a paradas cardíacas durante os tremores.

O serviço de Geologia dos Estados Unidos informou que o centro do tremor foi localizado a 8 quilômetros a sudoeste da cidade de Tajumulco, na Guatemala, 111 quilômetros abaixo da superfície. As equipes de emergência relataram que o terremoto foi sentido à 1h29min no horário local (4h29min no horário de Brasília) no departamento de São Marcos, no oeste, mas também foi notado em outras regiões do país.

Até o momento foram foram contabilizados pelo menos 43 residências com danos leves e 12 que foram mais bruscamente atingindas. Cinco escolas sofreram com os tremores. O terremoto foi sentido por El Salavador, mas não causou danos ao país. Todo o estado de Chiapas, no México, sofreu o abalo.

Próximos dias. Eddy Sánchez, diretor do Instituto de Sismología (Insivumeh), afirmou que há chance de novos tremores nos próximos dias. "Por exepriências anteriores, imaginamos que vá continuar".A Guatemala está localizada em região de placas tectônicas, o que propicia esses tremores./ AP

Mapa representa a localização do terremoto de 6,9 graus na Escala Richter, na fronteira entre a Guatemala e o México Foto: Serviço Geológico dos EUA via EFE
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.