Ausência de Kate Middleton em compromissos da realeza aumenta preocupações pelo seu estado de saúde

Decisão do príncipe William de não comparecer a uma apresentação planejada para esta semana, alegando um assunto pessoal não revelado, alimentou uma especulação febril sobre a saúde de sua esposa na Internet

PUBLICIDADE

Por Steven Kurutz

No Dia de Natal, Kate Middleton, Princesa de Gales, compareceu ao serviço na Igreja de Santa Maria Madalena em Sandringham, Norfolk, Inglaterra, vestindo azul real dos pés à cabeça. Ela foi à igreja com seu marido, Príncipe William, e seus três filhos, Príncipe George, Princesa Charlotte e Príncipe Louis, muito parecido com o que fizeram nos anos anteriores.

Cumprimentando as multidões reunidas e as câmeras, “Ela estava adorável para a ocasião”, disse a Town & Country.

A princesa não foi vista em público desde então.

O príncipe William, da Grã-Bretanha, à esquerda, e Kate, princesa de Gales, da Grã-Bretanha, participam de uma cerimônia de boas-vindas ao presidente e à primeira-dama da República da Coreia na Horse Guards Parade em Londres, Inglaterra, em 21 de novembro de 2023.  Foto: Chris Jackson / AP

PUBLICIDADE

Três semanas depois, em 17 de janeiro, o Palácio de Kensington anunciou que Kate, de 42 anos, havia sido admitida na Clínica de Londres para fazer “uma cirurgia abdominal planejada”.

A surpreendente notícia sobre a saúde de Catarina foi amplificada pelo fato de que, apenas uma hora depois, o palácio anunciou que o Rei Charles III, 75 anos, receberia tratamento para uma próstata aumentada na semana seguinte. Dois dos membros mais graduados da família real britânica agora enfrentavam provações de saúde.

À medida que as notícias voltavam ao normal — na quarta-feira, o Rei Charles foi fotografado saindo de sua casa, Clarence House, e retomou alguns compromissos oficiais, incluindo uma reunião com o Primeiro Ministro Rishi Sunak — os rumores começaram a surgir novamente sobre a Princesa de Gales. Embora o Príncipe William, 41 anos, também tenha reduzido seus deveres reais durante a recuperação de sua esposa, esta semana, ele desistiu de uma aparição planejada em um serviço memorial na Capela de São Jorge, em Windsor, para seu padrinho, Rei Constantino dos Helenos, que morreu em janeiro de 2023.

Isso levou uma fonte do palácio a abordar o último desenvolvimento na saga, e talvez tentar deter os rumores, em uma linguagem que fez exatamente o contrário. A princesa, disse a fonte à People, “continua se saindo bem”.

Publicidade

A ausência de William no memorial, e a razão dada pelo palácio — um assunto pessoal não divulgado — apenas alimentou a contínua especulação sobre a saúde de Kate. Pouco se sabe sobre o procedimento médico dela, levando a muitas conjecturas, preocupações e teorias da conspiração.

Kate, princesa de Gales (dir.), da Grã-Bretanha, conversa com simpatizantes após participar do tradicional culto de Natal da família real na Igreja de Santa Maria Madalena, na propriedade de Sandringham, no leste da Inglaterra, em 25 de dezembro de 2023. Foto: ADRIAN DENNIS / AFP

Que tipo de cirurgia Kate Middleton teve?

Isso permanece um mistério para o público. Cirurgia abdominal pode ser qualquer coisa, desde uma apendicectomia até um procedimento gastrointestinal. Em 17 de janeiro, o Palácio de Kensington disse que a cirurgia foi bem-sucedida. Não ofereceu detalhes sobre o diagnóstico ou prognóstico de Kate, além de que sua condição não era “cancerosa”.

O palácio acrescentou: “A Princesa de Gales aprecia o interesse que esta declaração irá gerar. Ela espera que o público compreenda seu desejo de manter o máximo de normalidade para seus filhos quanto possível; e seu desejo de que suas informações médicas pessoais permaneçam privadas.”

O palácio emitiu outra declaração no final do mês, informando ao público que Kate havia sido liberada da Clínica de Londres.

Onde está Kate Middleton?

Em casa, de acordo com um comunicado. O palácio disse que a princesa se recuperaria no Cottage Adelaide, no Parque Residencial de Windsor, depois de sair do hospital.

Seu escritório acrescentou que ela “provavelmente não voltará aos deveres públicos até depois da Páscoa.”

E a família de Kate?

O Príncipe William visitou sua esposa logo após sua cirurgia e foi fotografado saindo do hospital. Mas, segundo a revista People, os três filhos de Kate não viram a mãe no hospital. Isso segue as diretrizes de visitantes da Clínica de Londres, que afirmam que “não permitimos que crianças ou bebês visitem”. (Pedidos especiais devem ser aprovados pela equipe do hospital.) Em vez disso, diz-se que a princesa se conectou com seus filhos via FaceTime.

Publicidade

O palácio chamou várias teorias da conspiração de “total absurdo”.

A falta de informações sobre Kate deu origem a especulações selvagens sobre sua saúde. Uma jornalista espanhola chamada Concha Calleja afirmou que conversou com uma fonte dentro da Família Real. A fonte supostamente disse a Calleja que Kate enfrentava complicações sérias após a cirurgia, exigindo ações “drásticas” para salvar sua vida.

“A decisão foi colocá-la em coma induzido”, disse a Calleja ao programa de notícias espanhol Fiesta. “Eles tiveram que intubá-la.”

Em seu comunicado inicial, o Palácio de Kensington disse que forneceria atualizações sobre a princesa apenas quando houvesse “informações significativas novas para compartilhar”. Mas o acabou respondendo às alegações de Calleja, chamando-as de “total absurdo” e “ridículas”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.