PUBLICIDADE

Brasileiros são presos na Espanha por suposta ligação com o Estado Islâmico

Segundo o Ministério do Interior espanhol, os irmãos estariam ‘imersos em um processo de radicalização’; operação teve colaboração do FBI e da Polícia Federal brasileira

Foto do author Redação
Por Redação

A Guarda Civil da Espanha prendeu nesta semana dois irmãos de nacionalidade brasileira em Estepona, no sul do país, por suposta ligação com o Estado Islâmico. Os irmãos foram levados a Madri e colocados em prisão provisória.

PUBLICIDADE

Segundo comunicado do Ministério do Interior espanhol, os irmãos, que não foram identificados, estariam “imersos em um processo de radicalização” e usariam plataformas de mensagens instantâneas encriptadas para mostrar o seu apoio ativo ao Estado Islâmico.

“Ambos consumiam e difundiam por meio de seus perfis na internet material multimídia de propaganda do DAESH (sigla em árabe do nome anterior do grupo). Entre esse material havia atividades terroristas realizadas em diferentes lugares, manuais para confecção de explosivos e envenenamentos, segurança cibernética, hacking, assim como documentos que justificam a violência da execução de ações suicidas”, diz a nota.

Dois irmãos de nacionalidade brasileira foram levados a Madri e colocados em prisão provisória.  Foto: Ministerio del Interior via interior.gob.es

A Guarda Civil teve a colaboração do FBI para detectar, identificar e neutralizar os dois irmãos. O comunicado do ministério espanhol também afirma que a operação contou com a ajuda da Polícia Federal brasileira e que, por meio da Agência da União Europeia para a Cooperação Policial (Europol), foram encontrados vínculos internacionais dos dois com indivíduos detidos ou investigados em países europeus por suas ligações à ameaça jihadista.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.