PUBLICIDADE

Passagem do tufão Lan mata cinco pessoas no Japão

Um indivíduo desapareceu e 44 mil tiveram de abandonar suas casas; Japan Airlines e All Nippon Airways cancelaram 170 voos nacionais e internacionais, afetando 25 mil passageiros

PUBLICIDADE

Atualização:

TÓQUIO - O poderoso tufão Lan deixou nesta segunda-feira, 23, cinco mortos, um desaparecido e vários feridos em sua passagem pelo Japão, horas depois que o país realizou as eleições legislativas. Cerca de 44 mil pessoas tiveram de abandonar suas casas.

Estrada destruída por enchete após tufão Lan, em Kishiwada, Japão. Foto: Kyodo/REUTERS

PUBLICIDADE

Autoridades pediram aos habitantes das zonas costeiras do Pacífico que fossem para os refúgios antes que o tufão, descrito como muito potente, atingisse Tóquio e as regiões vizinhas nesta madrugada.

O tufão se afastou do arquipélago japonês rumo ao norte, na direção de Shikuoza, sudoeste de Tóquio, segundo a agência local de meteorologia. O fenômeno, que foi precedido por chuvas torrenciais em todo o país durante o fim de semana, atingiu rajadas de ventos de até 162 km/h.

O Lan deixou 800 milímetros de precipitações em 48 horas até a noite de domingo na Província de Wakayama e de 700 milímetros em Mie, onde um homem de 29 anos foi encontrado morto no interior de um carro submerso, segundo a agência de notícias Kyodo.

Relembre: Tufão causa mortes e estragos no Japão

Na cidade de Fukuoka, outro homem de 63 anos morreu após ser atingido pelo andaime de uma obra próxima ao local por onde transitava, que foi derrubado por ventos fortes. Na Província de Yamaguchi, um homem de 70 anos morreu no mar enquanto tentava chegar a outra embarcação depois que seu barco teve problemas no motor.

As outras duas vítimas foram registradas na Província de Osaka, onde uma mulher de 68 anos foi encontrada morta em um carro afundado na cidade de Kishiwada, e um homem de 80 anos morreu após cair e bater a cabeça.

Publicidade

As duas principais companhias aéreas japonesas, Japan Airlines (JAL) e All Nippon Airways (ANA), cancelaram 170 voos nacionais e internacionais, afetando 25 mil passageiros, enquanto o serviço de trem-bala também foi temporariamente alterado.

A expectativa é que o Lan seja rebaixado para a categoria de ciclone extratropical ainda esta noite. / AFP e EFE

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.