PUBLICIDADE

Presidente executivo do Twitter diz que estuda liberar edição de tuítes

Em um podcast veiculado nesta semana, Jack Dorsey disse que está avaliando permitir edições em tuítes recém-publicados, para correção de erros de digitação

Por Redação Link
Atualização:
Rede social estudapermitirmudanças em tuítes recém-publicados Foto: Regis Duvignau/Reuters

Ter a chance de editar uma publicação é um pedido feito há anos por usuários do Twitter. Nesta semana, o presidente executivo da rede social, Jack Dorsey, deu pistas de que está estudando uma forma de permitir que isso aconteça.

PUBLICIDADE

Em um podcast com o humorista americano Joe Rogan, Dorsey sugeriu que o Twitter está considerando definir uma janela de tempo para que usuários possam editar um tuíte recém-publicado. O executivo deu como exemplo a possibilidade de fazer mudanças em tuítes entre 5 e 30 segundos depois de publicados.

Dorsey disse ainda que, se colocar a opção de edição nas publicações, a rede social deve criar uma forma de manter o tuíte original. Isso evitaria, por exemplo, que assediadores conseguissem alterar publicações com conteúdo abusivo.

Não há nada definitivo em andamento e tampouco há garantias de que o Twitter vai mesmo permitir a edição. Mas o comentário de Dorsey é vista como um indicativo de que a rede social está preocupada em minimizar as chances de abuso em sua plataforma, sem deixar de avaliar os pedidos de seus usuários.

Nesta quinta-feira, 7, a rede social divulgou que perdeu 5 milhões de usuários mensais depois de fazer uma “limpeza” em sua plataforma. A medida foi a forma encontrada pela companhia de combater discursos de ódio e contas falsas na rede social.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.