PUBLICIDADE

Waymo quer construir fábrica de carros autônomos em Michigan

Divisão de carros autônomos da Alphabet, dona do Google, quer lançar ao mercado 20 mil veículos até 2022

PUBLICIDADE

Por Agências
Veículos da Waymo já estão em testes em regiões dos Estados Unidos Foto: Caitlin O'Hara/Reuters

A Waymo, divisão de carros autônomos da Alphabet, holding que controla o Google, anunciou nesta terça-feira, 22, planos de construir uma fábrica em Michigan, nos Estados Unidos. As instalações serão voltadas para a transformação de automóveis em veículos sem motorista, usados pela empresa na cidade para transportar passageiros. 

PUBLICIDADE

A empresa apresentou um projeto para investir US$ 13,6 milhões na construção da fábrica, na região sudeste de Michigan. A expectativa do departamento de desenvolvimento econômico da região é de que entre 100 e 400 empregos sejam criados. A agência estatal disse ainda que vai contribuir com US$ 8 milhões para garantir o projeto. Isso significa que, caso existam 400 vagas, o Estado terá contribuído com US$ 20 mil por vaga. 

A Waymo informou ainda que a nova fábrica será utilizada para a produção em massa de veículos nível 4, que podem ser conduzidos sem um motorista humano em uma série de condições. O nível mais alto é o 5, no qual um carro é considerado totalmente autônomo. 

Hoje, a empresa usa minivans da Fiat Chrysler e veículos feitos pela Jaguar Land Rover. Para John Krafcik, presidente executivo da Waymo, a fábrica é vital para que a empresa tenha uma frota de 20 mil veículos até 2022, prestando serviços como transporte de passageiros.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.