PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

Inovação e tecnologia no mundo das startups

Qranio recebe nova rodada de investimento de R$ 600 mil

PUBLICIDADE

Por Ligia Aguilhar

A Qranio, startup criadora de um game de educação e entretenimento com o mesmo nome, contou ao Start que acaba de receber uma nova rodada de investimento de R$ 600 mil. O aporte foi feito por dois empresários do mercado de capital e um executivo do setor de telecomunicações, que passam a ser sócios da empresa. Além deles, a startup também tem como sócio o investidor-anjo Gui Affonso . Com isso, a empresa diz ter atingido valuation (valor avaliado no mercado) de R$ 20 milhões.

PUBLICIDADE

A Qranio é uma empresa mineira que lançou seu app no fim de 2011 com a proposta de alinhar aprendizado e diversão. O usuário aprende sobre diferentes temas respondendo um quiz de perguntas e, a cada acerto, ganha moedas virtuais chamadas de QI$, que podem ser trocadas por prêmios como acessórios e descontos em restaurantes. Atualmente, o app tem pouco mais de 988 mil usuários em 117 países.

Com a nova rodada de investimento, o Qranio diz quevai ampliar sua equipe de desenvolvimento para lançar versões do aplicativo nas plataformas Windows 8, Windows Phone e Firefox OS ainda no primeiro semestre de 2014. A empresa também quer lançar uma nova categoria ou função no app a cada 15 dias ao longo deste ano.

Em dezembro, a Qranio iniciou sua operação internacional em Portugal, após um acordo com a Portugal Telecom para fazer parte do programa de aceleração da operadora chamado BlueStart. No Brasil, a empresa fez parte da aceleradora Wayra, da Telefônica. "A Parceria com a Portugal Telecom ainda está em setup, mas tem sido de grande importância para replicarmos o mesmo modelo de negociação para outros países. Agora, o Qranio possui duas das maiores Telecom's do Mundo (Telefônica e Portugal Telecom). E já estamos conversando com outros países da Europa, Asia, EUA e México", disse Samir, CEO da empresa ao Start.

Antes desse aporte, a Qranio recebeu cerca de US$ 600 mil em investimentos da própria equipe, da Wayra e de Gui Affonso.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.