Adolescente morre por ataque de tubarão em PE

O laudo divulgado na tarde de hoje pelo Instituto de Medicina Legal (IML) confirmou que o adolescente Geovani Thiago Barbosa de Freitas, de 15 anos, morreu em decorrência de ataque de tubarão, anteontem, na praia de Piedade, município metropolitano de Jaboatão dos Guararapes. O rapaz teria entrado no mar aberto para salvar a namorada que estaria se afogando. A moça conseguiu sair do mar e Geovani, que não sabia nadar, desapareceu na água.

ANGELA LACERDA, Agencia Estado

09 de setembro de 2009 | 19h10

Seu corpo foi encontrado na madrugada de ontem a cerca de um quilômetro do local do incidente, com marcas características de mordida de tubarão nas pernas, costas e nádegas. O laudo pôs fim à dúvida se a morte teria sido provocada por afogamento ou ataque do animal. Peritos do IML constataram que ele morreu por hemorragia, devido aos ferimentos. Geovani foi a décima nona vítima fatal de ataque de tubarão na área, que vai do Porto de Suape, município de Ipojuca, no litoral sul, a Olinda, ao norte do Recife, desde 1992. Neste período, ocorreram 53 ataques.

De acordo com o representante do Comitê Estadual de Monitoramento aos Incidentes com Tubarões (Cemit), Fábio Hazin, este caso ocorreu depois de um ano e três meses sem registro de ataques de tubarão. O último foi em junho do ano passado, sem morte. O último óbito ocorreu em 2006. Hazin reforçou a necessidade de cuidados e prevenção da população que precisa respeitar as placas colocadas ao longo da área de perigo, onde o banho só é seguro nos locais onde há arrecifes, na maré baixa.

Tudo o que sabemos sobre:
PEtubarãoataquemorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.