Alckmin destaca honestidade entre ensinamentos do papa

Uma das autoridades políticas presentes na missa do papa Francisco, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), destacou a honestidade e a proximidade com o povo entre os ensinamentos que o pontífice tem a dar aos políticos. Questionado após a missa na Basílica de Aparecida, sobre a mensagem que o papa teria para a classe dirigente, o governador parecia que estava estudando a questão. "Estou até lendo um livro dele", disse Alckmin, mostrando aos jornalistas uma edição inteiramente grifada e justamente nas mensagens relacionadas à política.

JAMIL CHADE, Agência Estado

24 de julho de 2013 | 14h41

Alckmin fez questão de ler pelo menos duas passagens. "O verdadeiro desafio seria reconciliar a Igreja com o que o mundo inteiro espera dela: honestidade, transparência, austeridade, coerência, proximidade e maior abertura", disse o governador, em referência ao livro. Em outro trecho, também sublinhado, Alckmin preferiu apontar para a necessidade de os políticos estarem em contato com as ruas. "Jesus veio fazendo o bem, ele andou no meio de seu povo", declarou o governador. "Sabe o local físico que ele mais passava o tempo?", questionou Alckmin. "Era a rua", completou o governador. (Jamil Chade)

Tudo o que sabemos sobre:
papaAparecidaAlckmin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.