Anvisa suspende venda de lote do medicamento Mylicon

'Desvio de qualidade' no sistema de gotejamento dos frascos pode ocasionar ingestão inadequada do produto, segundo a agência

LUCI RIBEIRO, Agência Estado

04 de julho de 2013 | 08h25

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta quinta-feira, 4, a suspensão da distribuição, comércio e uso de lotes do medicamento Mylicon 75mg/ml que estão com defeito na embalagem. A decisão vale para todo o território nacional e está publicada no Diário Oficial da União. O medicamento, que é indicado para o alívio dos sintomas do excesso de gases no trato digestivo, inclusive em bebês, é fabricado pela empresa Janssen-Cilag Farmacêutica, sediada em São José dos Campos (SP).

 

 

 

Segundo resolução da agência, apresentam "desvio de qualidade" no sistema de gotejamento dos frascos, podendo ocasionar ingestão inadequada do produto pelos pacientes, os lotes PNL045, PNL046, PNL111, PNL132 e PPL001 do produto Mylicon 75mg/ml. Esses lotes foram fabricados em novembro de 2011 e têm validade até novembro de 2013.

Mais conteúdo sobre:
AnvisaMyliconsuspensão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.